O seu Portal de notícia.

Segunda, 24 de janeiro de 2022
MENU

Saúde

Rio investiga suspeita de variante Ômicron na capital

Assintomática, paciente chegou da África do Sul no dia 21

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Superintendência de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS) faz uma investigação epidemiológica e monitora o caso de uma mulher de 29 anos que voltou de viagem à África do Sul no dia 21. Apesar de assintomática, a mulher fez um exame de rotina e teve resultado positivo para covid-19, informou a secretaria.

Segundo a SMS, as amostras colhidas da paciente foram encaminhadas para exame de sequenciamento genético, para identificação da variante do vírus e com isso saber se é a Ômicron, cuja existência foi revelada no país africano.

“Os contactantes da paciente também estão sendo monitorados, assim como seu companheiro de viagem, sem outros casos positivos até o momento”, completou, em nota, a secretaria.

Fiocruz

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) confirmou que recebeu a amostra encaminhada pela Secretaria Municipal de Saúde. Para seguir o protocolo adotado para verificação de resultados, a fundação vai processar o material a partir da técnica de RT-PCR para detecção do vírus SARS-CoV-2.

Segundo a Fiocruz, em caso positivo, e a depender da carga viral da amostra, poderá ser realizada a técnica de sequenciamento genético para definição de sua linhagem e possível variação. “Conforme protocolo do serviço de referência nacional em vírus respiratórios, o resultado da análise será encaminhado diretamente para as secretarias de Saúde local e estadual, com prazo de até cinco dias.”

Na cidade do Rio de Janeiro, as unidades de saúde continuam com grande movimento de pacientes que chegam a toda hora reclamando de sintomas semelhantes aos da Influenza A e da covid-19. Isso provoca o acúmulo de pessoas à espera de testes da covid-19 para verificar se há contaminação.

Além disso, nos postos de vacinação também é grande a procura peloa imunizantes contra a covid-19 e a gripe. Depois de interromper a vacinação da gripe por falta de imunizantes, a SMS retomou  as aplicações nesta quarta-feira (1º).

São Paulo

Na capital paulista, foi confirmado hoje o terceiro caso de paciente com a variante Ômicron no Brasil. A amostra foi sequenciada geneticamente pelo Instituto Adolfo Lutz. O paciente é um homem de 29 anos que desembarcou no Aeroporto de Guarulhos, vindo da Etiópia. Embora não apresentasse sintomas, ele fez o teste para covid-19 no sábado (27), e o resultado foi positivo. O homem já tinha recebido duas doses do imunizante da Pfizer.

Além deste caso, um homem de 41 anos e uma mulher de 37, que chegaram da África do Sul, tiveram confirmada a variante Ômicron. A verificação foi feita na tarde de ontem (30) pelo Adolfo Lutz, após sequenciamento genético no laboratório do Hospital Israelita Albert Einstein.

A Vigilância Sanitária Municipal de São Paulo informou que o casal foi vacinado, na África do Sul com o imunizante da Janssen.

Fonte/Créditos: Agência Brasil

Comentários:

Publicidade
Publicidade

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível!